Home » Notícias

Madeira bruta lidera ranking das exportações brasileiras do segmento

4 agosto 2017

A madeira bruta aparece em primeiro lugar no ranking das exportações brasileiras do setor florestal nos seis primeiros meses de 2017, com alta de 37,8%  em tonelagem na comparação com o mesmo período do ano passado conforme relatório do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). A lista conta ainda com madeira laminada, que teve uma alta de  21,7%, serrada (18,3%), compensada (12,4%) e móveis e suas partes (0,8%). 

Esse cenário do setor vai ao encontro do bom desempenho das exportações de madeira da Allog International Transport, que registrou uma alta de 69% de janeiro a junho deste ano. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria da Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), os Estados Unidos são o maior comprador individual  de compensados de pinus produzido no Brasil, com 34% de participação nesse mercado, seguidos de perto pela Europa, responsável por 30% das compras.

Os Estados Unidos também lideram a importação de portas brasileiras com 73% de participação na compra. Já o maior comprador  de compensados tropical produzidos no Brasil é a vizinha Argentina (45%). Os países com destaque na importação individual deste item são: Estados Unidos (10%), México (8%) e França (7%).  Do total exportado, no entanto, 29% são vendidos para diferentes países. A Coréia do Sul, com 42%, é a grande compradora de laminados de pinus. A malásia aparece em segundo lugar com 30%.

De acordo com a Abimci, apesar do cenário preocupante, com queda do Produto Interno Bruto (PIB) do país por dois anos seguidos, as exportações têm diminuído os impactos negativos na balança comercial. “A crescente exportação de madeira tem fortalecido as operações internacionais e criado oportunidades ao mercado logístico”, diz Rodrigo Viti, gerente comercial da Allog. 

Atento às oportunidades e às movimentações dos mercados, o setor industrial madeireiro aproveita o bom momento do crescimento da economia norte-americana, um dos principais destinos das exportações de madeira do Brasil. Dados da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) mostram que o setor madeireiro alcançou um aumento de 6% em 2015 e chegou próximo a 2% em 2016 nas vendas para o exterior. 

Crescimento das exportações de madeira brasileira – janeiro a junho 2017

Madeira Bruta

 

37,8%

Madeira Laminada

21,7%

Madeira serrada ou fendida longitud. de espessura >6mm

18,3%

Madeira compensada

12,4%

Móveis e suas partes

 

 0,8%.

FONTE: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...