DHL Global Forwarding lança segundo voo ao redor do mundo


A DHL Global Forwarding, divisão especializada do Deutsche Post DHL Group para cargas aéreas, marítimas e rodoviárias, está disponibilizando um segundo cargueiro Boeing 747-400 para conectar EUA, Europa e Ásia. A divisão está respondendo ao grande crescimento na demanda por transporte aéreo internacional, principalmente por serviços de entrega saindo da Ásia e na rota transpacífica convencional, impulsionada por quase todos os setores da indústria. Em complemento ao primeiro voo ao redor do mundo estabelecido em setembro de 2017, esse segundo Boeing 747 estará operando uma rede que inclui os Estados Unidos, Coréia do Sul, China e Alemanha. Ambos os voos destacam a abordagem criativa e focada no consumidor da divisão Global Forwarding para atender as expectativas e necessidades do cli ente.

“Atualmente, a demanda está ultrapassando a oferta, principalmente devido às maiores economias do mundo estarem fortes. Para aumentar nossa eficiência operacional e oferecer as melhores soluções possíveis aos nossos clientes, decidimos criar mais capacidade e acesso a nossa rede de logística global”, disse Maurício Coelho, diretor do Produto Aéreo da DHL Global Forwarding Brasil.

Com uma capacidade de até 100 toneladas por voo, a aeronave oferece um espaço de carga significativo e confiável na rota transpacífica do Aeroporto de Shanghai Pudong a Cincinnati, EUA, de onde retorna para Incheon, Coréia do Sul. Essa rota é importante também para exportadores que desejam chegar ao Brasil e América Latina de forma geral. A partir de Cincinnati, o cliente acessa a malha de transporte da DHL nos EUA, levando sua carga até o Hub de Miami, de onde partem voos para toda a região. Essa sistemática já é usada por grandes indústrias baseadas na China e na Ásia, principalmente de tecnologia para exportar seus produtos e peças para o Brasil e demais países latino-americanos.

A aeronave de carga foi arrendada da Atlas Air através de um acordo de aeronave, tripulação, manutenção e seguro (ACMI, na sigla em inglês).

Anterior Aliança Navegação e Logística batiza rebocador em Itajaí
Próximo Centronave contesta aumento das Tarifas da Codesp